Louvor e Adoração
Louvarei ao SENHOR em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca.

Ministério de Louvor e Adoração

Liderança:  Pr. Rogério Silveira


A visão do ministério de louvor da Igreja Cristã de Alphaville é de reformar vidas, ministros, para que desta forma possamos levar uma adoração em Espírito e Verdade a Deus, ou seja, louvores que saem de corações que verdadeiramente o amam, entendendo que só através do sangue de Jesus temos acesso a presença do Pai, como filhos amados, e participantes da natureza divina.É um extraordinário privilégio ter sido chamados e separados para ministrar adoração ao único Deus
Este era um privilégio que tinha sido dado ao anjo caído, hoje chamado satanás, pois não era suficiente a ele ser o sinete da perfeição, ser Querubim da Guarda de Deus, manusear a harpa em adoração a Deus, andar no brilho das pedras de Deus, ou seja, estar diante da Glória de Deus, ele queria o lugar de Deus, de criatura tomar o lugar do Criador, receber a adoração que somente Deus merece e desta forma foi achada iniqüidade nele por usurpar um lugar que não pertencia a ele.Deus está procurando os verdadeiros adoradores que adorem ao Pai em Espírito e em Verdade. O que é adorar ao Pai em Espírito e Verdade.Duas situações na Vida de Jesus nos mostram o que exatamente isto significa.
Em Lucas 4: 5 a 8 : "Então o Diabo, levando-o a um lugar elevado, mostrou-lhe num relance todos os reinos deste mundo e disse-lhe: Dar-te-ei toda a autoridade e glória destes reinos, porque me foi entregue, e a dou a quem eu quiser se tu, me adorares, será toda tua. Respondeu-lhe Jesus. Está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás".
Quando Jesus é tentado pelo diabo para receber a autoridade e glória destes reinos que foram entregues a ele por Adão que possuía esta autoridade dada por Deus, era exatamente o que Jesus tinha vindo conquistar de volta e portanto realmente foi uma tentação para Ele, mas assim como Jesus responde, esta também deve ser nossa resposta como adoradores, ou seja, quando resistimos ao pecado, quando decidimos não nos dobrar a qualquer oferta do maligno é como se estivéssemos dizendo. Ao Senhor somente adorarás. Adoramos a Deus quando resistimos às tentações.
Esta renúncia a nossa vontade é fundamental, pois mostramos desta forma para o reino do espírito que somos submissos a Deus, e governados pelo espírito e não pela alma (vontade, emoção, intelecto). Está é a entrega do espírito a Deus.
Uma adoração em verdade é como a de Jesus está no Getsemani e rende a sua vontade que naquele momento é diferente da vontade de Deus (Jesus estava se sentindo angustiado e profundamente triste - sentimentos da alma), mas deixa a vontade de Deus prevalecer suando até o sangue para conformar a sua vontade a vontade do Pai. Note que a vontade dele neste momento era diferente da vontade de Deus, mas Ele se submete a verdade (A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável) e deixa a vontade de Deus se tornar a sua vontade.
Temos visto que Deus se agrada com aquilo que sai do nosso coração, ou seja, um povo que se sente honrado em adorar a Deus com os lábios e com o coração. Muitas vezes vemos um louvor que sai somente dos lábios.
O Senhor quer ver um povo o adorar em Espírito e em Verdade (inteireza de coração), um povo disposto a sacrificar tudo por amor a Deus através do sangue de Jesus, pois até para adorarmos desta forma dependemos Dele.
"Pois Ele não julgou por usurpação ser igual a Deus, mas a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de Servo". O ato de adoração de Jesus foi o extremo oposto de satanás. Enquanto Jesus se humilhou, satanás se exaltou. Enquanto Jesus renunciou, satanás se orgulhou. Enquanto Jesus se submeteu, satanás se levantou contra Deus.
Tenhamos um louvor pleno porque somente Ele é Digno de todo Louvor, toda Honra e toda a Glória para sempre.